Facebook

Sobre as coisas como elas são

on jun 11, 2012 in Sem categoria | 0 comments

Share On GoogleShare On FacebookShare On Twitter

Ela tem dois grandes olhos. Olhos que me mostram uma certa esperança que eu não costumava ver, assim como não costumo ver todo dia os tais olhos sobre os quais escrevo. Sempre lembro deles antes de dormir, não existe um roteiro certo e eu também não sei verdadeiramente por que gosto de lembrar ou o por que disto acontecer, mas, simplesmente, acontece. Eles me acalmam, mesmo que com há distância e mesmo sendo apenas uma lembrança na minha cabeça, apenas dois olhos . Dois olhos  que não consigo nem saber, verdadeiramente o porque eu gosto tanto…

Quero descobrir teus segredos. Sem exceção, dos mais banais ao mais intimo da sua pessoa, mas quero. Quero também ficar aqui, parado, ouvindo qualquer coisa que venha de ti, qualquer som. Tua respiração, a batida calma do seu coração ou só a sua melodia enquanto toma seu banho. Afinal, tudo o que sai de você, para mim, é celestial. Eu quero saber seus jogos, todos eles. Quero descobrir você fazendo aquela cara de menina triste quando quer as coisas, e quero te ver mulher impositiva me transformando em um garoto. Só garoto.

Exato, esse é o ponto. Esquecer, absolutamente tudo. Porquê é que tu me fez sofrer desse bem? Você me fez esquecer absolutamente toda lembrança antes de você. Alterar todas as minhas convicções, todas as coisas que sempre acreditei, em que me apoiei e simplesmente substitui por cenários. Cenários cheios de eu, de você, de nós, em um mundo só nosso. Quase como uma mágica, tu simplesmente brincou de se esconder atrás dos meus olhos e, hoje, todas as vezes que os fecho, já deves imaginar quem eu enxergo.

Aí tem aqueles momentos controversos em que eu insisto buscar em qualquer meio algo que traduza o que eu quero e preciso te dizer. Procuro nos clichês musicais, nos artistas conhecidos e desconhecidos. Procuro no que eu já escrevi, nos rascunhos, e no que nunca saiu do meu celular… Mas vou à contramão disso tudo, apenas digo que eu gosto de ti. Que estou contigo. Apenas isso.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>