Facebook

Sobre velas e jantares

on jun 24, 2013 in Sem categoria | 0 comments

Share On GoogleShare On FacebookShare On Twitter

Finalmente consegui te enquadrar dentro de um dos tipos de mulheres que invadem a minha vida e tenho que te avisar: Tu inauguraste a seção.

Não, não é a de meninas-malucas-que-fazem-o-meu-coração-bater-mais-rápido, nem a de meninas-com-olhos-bonitos, que tu também faz parte. Mas, tu és o tipo de mulher com quem eu gostaria de acordar todas as manhãs apenas para dar bom dia. Leu bem? Mulher, todas as manhãs, eu, bom-dia, tu, nós. E é nessa seção que tu entraste.

Light a roman candle with me
Just a roman candle, you can wear your sandals
and I’ll pour you just one cup of tea.
Then you can go and rest
you haven’t seen my best, so…

Falo isso sem me preocupar com as conseqüências, sendo franco contigo e comigo. Isso por que eu percebi que cada vez que tu falas “nós”, “a nossa casa”, “os nossos amigos”, “os nossos filhos” e “os nossos jantares”, a minha mente entra em transe e o meu corpo para. Isso por que eu não sei quantas vezes vou ter que te redescobrir e te reinventar até que eu possa sair desfilando contigo por aí e causando inveja nos caras mais corretos que deveriam estar contigo, e nas meninas que gostariam de ser você. Tu insiste em colocar um sinal amarelo em nós, uma atenção desnecessária, uma tentativa errônea de proteção… Mas, minha loira-mais-interessante-que-eu-conheço, o sinal verde que eu coloco é justamente por que eu já não quero tanta preocupação e cautela.

Just spend an evening with me
Just a lazy evening, then you could be leaving
or we could stay and talk until three.
I will think it’s magic and I’ll hope you’ll agree, so…

Eu já não sei onde eu vou parar e não tenho certeza de onde vou morar no próximo mês. Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, São Paulo ou no teu coração. Mas apesar de todas essas constatações e verdades-indefinidas guria, tu também estreou outra seção aqui na minha vida: A das mulheres para cuidarem dos meus filhos.  Logo vamos ter alguma casa em um lugar pouco movimentado por aí. E é claro, tudo isso para eu te ver brincando e brincando com as crianças, colorindo o meu dia, caminhando milimetricamente com as curvas que só tu tem, tirando sensações do meu corpo que antes eu desconhecia.

If we were honest and both wrote a sonnet together
a sandwich with everything on it,
at least we would know that the sparks didn’t glow
but we owe it to ourselves to try,

Mas vem cá, que temos que fazer um acordo: Eu deixo você ser você mesma do jeito que tu quiseres. Aceito esse teu lado B-Side. Esse lado do disco que ninguém quer ouvir. Esse lado em que as coisas são apenas tuas e que tu não expõem para ninguém, apenas sendo egoísta e guardando tudo para si, com medo do que pode acontecer. Esse lado que não entra para o CD, lado que é apenas uma demo. Aceito e assino embaixo de tudo isso, porém, tu me deixas tomar conta de ti da minha maneira.

Light a roman candle with me.
Just a roman candle.
Just a perfect apple.

E é por tudo isso. Pelos teus olhos grandes. Pelo teu sorriso. E foi pelo teu sorriso metálico. Pelas implicancias e irritações. Pelos mimimis e todo teu teatrinho pessoal. Pela tua fragilidade e por toda áurea que circunda teu corpo e a tua vida.

E no final do dia, é tudo por “ela”. Sempre, por “ela”.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>